BEM-VINDO AO FUTURO DE BRASÍLIA!

Estamos fazendo hoje, o futuro de Brasília e do Distrito Federal.




CONHEÇA O TRABALHO DO CODESE/DF

Você tem algum projeto para nossa cidade? Compartilhe conosco.


ENVIE O SEU PROJETO

Os caminhos do TI para a maturidade no DF

Para impulsionar o setor , a Câmara de Tecnologia apresenta sugestões ao GDF
08/11/2017
FONTE: Assessoria Imprensa Codese

As empresas do setor de Tecnologia da Informação do Distrito Federal têm dado substancial contribuição para o desenvolvimento econômico e social da região. Estimativas apontam para um número que ultrapassa 3.000 empreendimentos, de diversos portes e dedicados aos mais variados segmentos, ofertando em conjunto cerca de 30.000 postos de trabalho de alta qualificação, em sua grande maioria, faturando aproximadamente R$ 3,5 bilhões (dados de 2015). 

 

Ricardo Caldas, gestor da Câmara de Tecnologia, salienta que as empresas aqui localizadas atendem a clientes altamente exigentes e sofisticados em suas demandas por serviços e soluções tecnológicas: Governo Federal, Congresso Nacional, Tribunais Superiores, empresas estatais e agências reguladoras, além do próprio Governo do Distrito Federal. Este conjunto de exclusivos clientes exige que as empresas aqui localizadas apresentem alta capacitação tecnológica na prestação de serviços,

 

Mas, nem tudo acontece num cenário de brigadeiro: as empresas têm perdido competitividade por motivos que fogem completamente à sua governança, porém de muita importância relativa. Ricardo explica: o setor de TI em Brasília tem grande potencial para mudar significativamente a matriz econômica da cidade. Mas isto não acontece, diz preocupado.

 

Isto não foi sendo entendido pelo governo local, que precisa ardentemente de vetores que alavanquem seu desenvolvimento econômico e lhe garanta sua independência do governo federal. Ricardo explica que o poder de compra do Governo Federal, que suportou a economia local durante os últimos 60 anos, continua sendo muito importante e bem-vindo. Mas,é necessário que o GDF encontre outros meios para crescer.

 

O setor de Tecnologia da Informação é capaz de ser este novo meio. Porém, prossegue Ricardo, o setor de TI do DF vem há tempos reivindicando políticas públicas que contribuam para um novo ciclo de crescimento sustentado de suas empresas. Seus pleitos não são atendidos. ” Em decorrência, percebe-se um movimento ainda tímido, porém constante, e muito danoso, de evasão de empresas para outras localidades. Percebe-se também, entre as empresas locais, a opção por instalar novas unidades destinadas à ampliação da capacidade produtiva em outros municípios, ao invés de mantê-las junto à sede das empresas, em Brasília”.

 

As propostas política da atual administração, elaborado durante a campanha eleitoral, constavam várias diretrizes estratégicas, entre elas “potencializar o papel da inovação, da tecnologia e das políticas sociais como promotoras do desenvolvimento e geração de emprego e renda. Mas, isto não aconteceu, lamenta o gestor da CT de Tecnologia do Codese.

 

Para dar o necessário impulso ao setor, a CT de Tecnologia apresenta algumas sugestões, de curto prazo, para o GDF:  lançamento imediato pela

Fap/DF de edital de subvenção econômica   voltado para empresas de ti de todos os portes; unificação da alíquota do ISS em 2% para software e demais serviços de ti. E, propõe como meta para o GDF: lançamento de edital de subvenção econômica para as empresas de TI do DF e modificar a legislação do ISS para vigorar a partir de 2018.

 

0 Comentários |



SIA Trecho 2/3 Lote 1.125 2º andar
Brasília/DF - CEP 71200-020
Tel.: (61)3234.8310 - Ramal: 215
codesedf@gmail.com
Jornal CODESE EM AÇÃO
Edição de Novembro/2019

 

 


Copyright ©2019 CODESE/DF
desenvolvido por