BEM-VINDO AO FUTURO DE BRASÍLIA!

Estamos fazendo hoje, o futuro de Brasília e do Distrito Federal.




CONHEÇA O TRABALHO DO CODESE/DF

Você tem algum projeto para nossa cidade? Compartilhe conosco.


ENVIE O SEU PROJETO

Brasília precisa se reinventar para criar empregos e renda para a população

É preciso criar motivações e identificar vocações produtivas no Entorno
18/12/2017
FONTE: Assessoria Imprensa Codese

Brasília precisa encontrar mecanismos para produzir bens e diminuir suas dependências de importações de outras regiões. Só o governo federal gasta com compras, mais de R$ 40 bilhões por ano. Deste valor, pouco fica em Brasília, apesar do CNPJ dos compradores seja da Capital. Para mudar este panorama a Federação das Indústrias elaborou um documento propondo a criação e implantação de uma Agência de Desenvolvimento do DF. 
Graciomário Queiroz, Diretor de Assuntos de Desenvolvimento Tecnológico da Fibra e gestor da Câmara Técnica da Indústria do Codese, tem a convicção de que a criação da agência, atuando em gestão compartilhada com o GDF, pode mudar o atual panorama de desemprego e queda de renda da população principalmente nas regiões mais afastadas do núcleo central e nos municípios do Entorno.
Criada para sediar os poderes da República, Brasília, em apenas meio século, esgotou sua vocação original, ser o centro administrativo do país. Com três de milhões de habitantes tornou-se um grande centro urbano, com todos seus problemas. Hoje, precisa se reinventar, suprir suas demandas, enfrentar seus contrastes sociais e reduzir o índice de desemprego. Para que isto ocorra, tem que identificar vocações produtivas e atrair investimentos. Este é o papel que a Agência se proporá a realizar, além de fomentar a construção da infraestrutura necessária e destravar as amarras burocráticas que impedem que Brasília tenha vida econômica mais independente, salienta Graciomário.
Estimular novos negócios DF não tem sido fácil, apesar de Brasília oferecer condições de dar um grande salto econômico. Graciomário diz que falta estímulo para a abertura de novos negócios em Brasília e Entorno, apesar da localização estratégica, ter o terceiro aeroporto em movimento do país; dispor de mão de obra e inteligência qualificada (servindo às Universidades e governos), alto poder aquisitivo, centros de pesquisas de alta qualidade, entre tantas outras razões.
O modelo de organização proposto como o primeiro passo rumo ao desenvolvimento econômico, social, estratégico e sustentável, a Agência de Desenvolvimento, vai destravar as amarras que impedem a abertura de novos negócios, garante Graciomário Queiroz. “Nós precisamos copiar o que de bom já foi demonstrado por vários Estados. Vamos incentivar a indústria complementar, agregando valor à produção. Temos que diminuir a dependência de importação de produtos básicos, fazer a economia girara roda do emprego e renda”.
A “Proposta para o desenvolvimento do DF”, já foi apresentada ao GDF e segue andando pelos escaninhos da burocracia estatal. Será um dos temas colocados à mesa dos futuros candidatos ao governo, em agosto do próximo ano, pelo Codese. Como desejo das classes produtoras e da sociedade civil organizada. 

0 Comentários |



SIA Trecho 2/3 Lote 1.125 2º andar
Brasília/DF - CEP 71200-020
Tel.: (61)3234.8310 - Ramal: 215
codesedf@gmail.com
Jornal CODESE EM AÇÃO
Edição de Novembro/2019

 

 


Copyright ©2019 CODESE/DF
desenvolvido por